O [re]Nascimento da Princesa

Day 4,226, 07:20 Published in Brazil Brazil by Fluffy Snow
Bom Dia a Todos eBrasileiros e a Todos os Nobres e Cidadãos do eImpério, a partir de hoje irei compartilhar com vocês algumas páginas do meu Querido Diário, ou seja sobre episódeos da realeza.... Então vamos começar falando de alguns anos atrás....


A vida no Império Brasileiro é maravilhosa, mas algumas pessoas passam por histórias diferentes e peculiares. E é sábido que existe uma história dessas na Família Real, ela é conhecida como a Saga da Princess Hayka. Leia este relato oficial para saber a história.

Essa história se passa há alguns anos atrás, não muito distante, no Império Brasileiro e é fruto do amor da Princesa Do Brasil, Ludmila Nobre-Lopes Habsburg et Bourbon e o Duque do Mato Grosso do Sul, Charlie.DeMasque. Existem diversos rumores sobre essa história, mas aqui está o relato verdadeiro.


Hayka é o fruto do amor do casal mais reconhecido no Império naquela época, um casal muito festivo, alegre e único devido a personalidade de cada um deles. A gestação da criança foi longa e a notícia do seu nascimento muito celebrada por todos os nobres.

Hayka era uma criança alegre, doce e já demonstrava puxar uma personalidade forte e decidida igual a de sua querida mãe desde seu primeiro ano de vida.


Aos 2 anos e meio de idade, Hayka e seus pais estavam nas estradas barrentas do Império voltando de uma reunião da Coroa, todos estavam muito felizes pois viram seus familiares e o próprio Imperador, Raphael Louis Habsburg et Bourbon. A viagem era cansativa mas alegre.

Entretanto, no momento em que a caravana estava atravessando o Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, tanto Ludmila e seu marido quanto o Regimento da Ordem da Princesa Imperial foram emboscados por um grupo de saqueadores forçando a divisão indesejada da caravana, que no momento de desespero separou a pequena Hayka de seus pais.


É claro que a pequena princesa estava acompanhada de um cavaleiro da Ordem, que para proteção da princesa foge com ela para dentro da mata. Porém ambos foram perseguidos por mais 3 saqueadores, sem exitar o cavaleiro esconde a criança e vai lutar com os saqueadores afastando-os de Hayka. Tal cavaleiro agiu de forma honrável, porém não resistiu a maldade dos saqueadores que deram um fim a sua vida.

Então, sem notar a presença de Hayka os saqueadores vão embora, deixando alia a pequena criança de 2 anos e meio sozinha no meio da mata, porém isso era muito melhor do que acharem ela.

Enquanto isso na estradas as tropas da Ordem conseguem destruir seus inimigos, o que trouxe alívio para a mãe da pequena Hayka. Porém logo após lembra-se de sua filha e não a vê por perto. O desespero bate em ambos os pais que saíram para procurar sua filha cavalgando mata adentro junto com os cavaleiros, mas infelizmente após horas de busca a criança não foi encontrada. Ludmila ficou devastada e foi consolada por seu marido após tamanha perda.


Dizem entre os moradores do ducado que naquela noite nasceu um lago feito das lágrimas de sua mãe, o Lago Nobre.

Do outro lado da floresta estava lá sozinha e com frio a pequena princesa. Desde pequenina a criança já demonstrava ser parecida com sua mãe quando jovem, comparada com a Ártemis, Deusa da Floresta e da Caça.


Hayka passou a noite inteira solitária debaixo de uma árvore. Acordou com os primeiros raios de sol que passaram pelas folhas da árvore. Aquela era uma manhã congelante e Hayka passou a caminhar chorando a procura de uma saída da floresta. Perto do local havia um pequena cabana, na qual morava um casal.

A mulher enquanto aproveitava o sol para lavar a roupa e seu marido plantava algumas mandiocas ouviram um choro de uma criança e foram correndo ver o que poderia ter acontecido.


RafaellaBR, a mulher, não exita em abraçar a criança para um conforto imediato, puxa um lençol seco e envolve a pequenina que morria de frio. Leeooam, o marido, foi de encontro as duas.

RafaellaBR sorri e diz: Veja Leeooam, aqui está nosso presente que nossa senhora nos deu! Leeooam observa as vestes da menina e fica desconfiado pois Hayka usava vestes com o selo da Casa Imperial e do Ducado de Rondônia e tenta imaginar o porquê de a pobre criança estar sozinha na floresta.


No calor do momento, o casal não ouviu os comunicados de procura pela princesa perdida e toma Hayka como filha chamando-a de Paula F. Rondi, que significa pequena e delicada.

Se a criança crescesse com esse casal seu futuro aos 18 anos seria cuidar dos afazeres domeśtico junto com sua mãe e ajudar seu pai na colheita a espera de um plebeu para casar.

Então em uma manhã no ano em que Paula completaria 13 anos de idade, no primeiro dia do verão, durante os afazeres da manhã os 3 escutam um barulho de cascos de cavalos se aproximando rapidamente.


Leeooam, seu pai, é o primeiro a notar um grupo de saqueadores e imediatamente esconde ele e sua família na cabana. Então vira-se para sua filha e diz: Vá, corra e busque ajuda!

Paula então desesperadamente pula a janela com sutileza e corre em direção a cidade mais perto. Mas no meio do caminho seu corpo já não aguentava mais correr, os pés calejados e preocupada decide então voltar para casa.

No dia seguinte ao se aproximar do local a menina vê uma fumaça negra na direção de sua cabana que leva-a a correr novamente desesperada. Com os pés já sangrando, vê seu pai deitado, ao se aproximar percebe que tem uma espada fincada em sua barriga. Já era tarde demais, seu pai estava morto.

Ao olhar pro lado vê sua mãe caída que em seu último suspiro revela como encontraram-a e sobre sua possível família: “Filh...a… Proc….cure… Ducado....Ron...dôni...a… Você… Famí...lia… Real….Te … Acham...mos… choran...do…..”.

Lágrima enchem os olhos da não tão mais pequena princesa que ao mesmo tempo estava triste e com a cabeça confusa.


“Ducado de Rondônia? Família Real? Aquele meu selo…..”

A garota então começa sua longa jornada até Rondônia, era uma caminhada longa entre estradas barrentas e paradas para dormir.

Já cansada e no ducado de Rondônia a vista de longe um lindo castelo, o local era tão magnífico que não houve dúvidas de que ali morava alguém da Família Imperial. Era notório a quantidade de Guardas no Castelo.


O jardim era acessível a qualquer um no período da manhã, foi aí que a garota aproveitou para entrar no castelo. Ela ouviu alguns guardas sussurrando sobre a Corte da Princesa Ludmila. Gravou o caminho pois pensou que essa mulher conseguiria ajudar ela.

Andando bem devagar para não ser notada, porém na porta da Corte era impossível entrar sem os Guardas Pessoais da princesa notarem.

[/cneter]

A menina olhou para dentro e conseguiu ver a princesa, ato que paralisou a garota pois ela era idêntica a princesa Ludmila, somente a cor do cabelo era diferente. Sua mãe não era mais como a Ártemis da Juventude, o tempo e a perda da filha a castigaram. Foi aí que decidiu ir correndo para dentro da corte, porém foi impedida pelos guardas.

Ao ouvir o barulho de uma menina a Princesa Ludmila disse para os guardas deixaram a garota entrar. Mas mal sabia que ao se virar para ver a garota ela se veria no espelho, uma bela garota, um pouco suja, mas idêntica a princesa.


Em choque a Princesa Ludmila não conseguiu falar nada. Até que caiu a ficha, gerando a primeira lágrima, que ela estava diante da sua perdida filha. A Princesa correu em direção a sua filha a abraçou apertado, como se nunca mais fosse soltá-la.

Ambas perplexas e a pequena princesa tentando entender melhor a situação começaram a chorar.

“É você mesmo, eu pensava que nunca mais te veria filha” - “Guardas chamem o mensageiro. É preciso entregar urgente está carta ao Duque do Mato Grosso do Sul, falem a meu marido que sua filha voltou e o aguarda aqui”.


A Princesa Ludmila levou sua filha para um banho e lhe vestiu um belo vestido.

Charlie, o duque e pai da princesa Hayka, ao receber a carta os olhos encheram de lágrimas e imediatamente pegou seu melhor cavalo e foi para o Ducado de sua esposa.


Ao chegar lá e ver na sala sua esposa junto de sua filha perdida ficou perplexo, sem conseguir falar nada, andou até elas e abraçou-as fortemente.

Então o Duque mandou uma mensagem urgente para o Imperador e depois avisou a todo o Império que a Princesa Hayka foi achada.

A garota se emociona olhando para alegria dos seus pais e diz: Princess Hayka!? Acho que vou gostar desse nome.

Dizem que aquela semana foi muito celebrada por todo o Império. Tios e Tias, todos vieram até o Ducado da Princesa Ludmila se reencontrar com a Princess Hayka et Bourbon DeMasque.


Obs: Para tal história o Duque Charlie.DeMasque foi o Nobre consultado, créditos a ele.



E agora fotos inétidas dos pais mais lindos do eImpério:


Tão lindoooooooossss


E são ótimos culinários 😃


E agora eu corro para não ficar de castigo..... FUI!!!!