Ambient pornit/oprit

Înscrie-te

 

Continuă

Continuă Prin crearea acestui cont declari că ești de acord cu Termenii serviciului & Politica de confidențialitate
Retrimite e-mail-ul   |  Nu ai primit e-mail-ul? confirmation@erepublik.com

Resend the confirmation email to this address

Retrimite e-mail-ul Nu ai primit e-mail-ul? confirmation@erepublik.com

TESTE TESTE TESTE

Ziua 327, 08:18 de Toboco


Por favor, ajude um jornalista a ser feliz VOTE neste artigo e ASSINE este jornal.

Please! Help a journalist to be happy. VOTE in this article and SUBSCRIBE this newspaper.

The article also has versions in English and Spanish.




A FORTALEZA: América Unida é mais forte! [PT/ESP/ING]



Depois de muito tempo volto a escrever. Como a maioria sabe tive um filho (Augusto) que completará 3 meses no dia 14. Essa é minha maior Mina de Ouro. Isso me deixou bem afastado da mídia. Volto a escrever sobre um tema que será – de certo modo – bastante polêmico acredito eu. Uma nova perspectiva de ver o jogo. Alguns vão gostar, outros não. Paciência, faz parte. Boa Leitura.


Nos últimos dias, no Brasil, tem se falado muito acerca de deixarmos as emoções de lado e nos focarmos na razão. Nosso país já passou (ou namorou) por quase todas as alianças. Com a exceção da extinta PEACE, nunca estivemos totalmente satisfeitos. Com o passar dos tempos o jogo mudou - e muito – e com ele os laços de amizades existentes entre os países.



Diante desta perspectiva, por que não mudar tudo de novo?



Levando em consideração a razão eu acredito que a América do Sul tem a força e o TIME necessários para ser o motor de uma nova aliança. Mais do que assinar simples NAPs com países vizinhos, mas sim construirmos A FORTALEZA.

Em lados diferentes, ficamos maravilhados com os danos e organização de Chile, Argentina, Brasil e Colômbia. Além disso, cabe destacar a lealdade com que países de menor expressão bélica lutam por seus aliados na América do Sul. Por que não juntarmos tudo isso e formarmos uma grande nova força?

Digo isso porque além de países fortes, emergentes e leais, reuniríamos quase que 80% ou mais do chamado Prime Time das batalhas. Sem muito esforço acredito que pode se somar os países da América do Norte e México (seria uma segunda etapa).

Até hoje, em suma, nossos países procuraram alianças que complementassem o chamado PRIME TIME. Nós oferecíamos isso, em troca, outros países complementavam o dano em outros horários. E assim, vivemos em pé de guerra histórica na disputa por migalhas (sic!) no caldeirão chamado América do Sul.

A lógica da proposta deste artigo é fazermos o movimento oposto!. Que tal nos despojar de emoções (e de acontecimentos históricos que não vem ao caso relembrar) que abalam nossas amizades e construirmos A FORTALEZA? Assim, com a maioria do chamado PRIME TIME eu duvido qualquer nação que não queira se aliar conosco!

Vamos botar mais números na mesa. O Brasil é o país mais populoso do Erepublik (ainda não o mais forte, mas com grande potencial); logo atrás do Brasil temos justamente a Argentina e o Chile. No ToP 10 temos ainda a Colômbia em 9º e o Peru em 12º.

Com a América unida poderíamos dividir (ou não) os territórios, formando uma ou duas bases de bônus full, sem preocupações com ataques e podendo dar suporte aos exércitos e Unidades Militares amigos.

Alguns poderão falar da limitação geográfica para atacar; mas podemos perceber que o Ataque Aéreo (Air Strike) vem sendo uma ferramenta bastante utilizada. Portanto, não há desculpas. Sinceramente não vejo porque não irmos adiante com este plano.

Sem mais para o momento.

Um forte abraço e bom jogo

Toboco


ENGLISH VERSION



THE FORTRESS: America is stronger when United!

After a long time I return to writing. As most know I had a son (Augusto) who will be 3 months on the 14th. This is my biggest Gold Mine. It made me well away from the media. Again I write about a topic that will be - in a way - I believe quite controversial. A new perspective to see the game. Some will like it, others do not. Patience is part. Good read.


In recent days, in Brazil, has been much talk about letting the emotions aside and focus on the reason. Our country has passed (or dated) for almost all alliances. With the exception of the extinct PEACE, have never been fully satisfied. With the passage of time the game has changed - a lot - and with it the bonds of friendship between countries.

Given this perspective, why not change it again?

Taking into consideration the reason I believe that South America has the strength and TIME needed to be the engine of a new covenant. More than simple signing NAPs with neighboring countries, but build THE FORTRESS .

On different sides, we marveled at the damage and organizing Chile, Argentina, Brazil and Colombia. Moreover, we highlight the loyalty with which countries less significant war fighting for their allies in South America Why not join all this and form a major new force?

Isay this because in addition to the strong countries, emerging and loyal, will be almost 80% or more of the named Prime Time of the battles. Without much effort I believe can add the countries of North America and Mexico (would be a second step).

Even today, in short, our countries have sought alliances to supplement called PRIME TIME . We we offered it in return, other countries complemented the damage at other times. And so, we live on the warpath in the historic struggle for crumbs (sic!) in the cauldron called South America

The logic of the proposal of this article is to do the opposite movement! . How about strip us of emotions (and historical events that is beside the point to remember) that shake our friendships and build THE FORTRESS ? So, with most of the so called PRIME TIME I doubt any nation that does not want to ally with us!

Let's put more numbers on the table. Brazil is the most populous country in eRepublik (still not the strongest, but with great potential), just behind Brazil have just Argentina and Chile. In ToP 10 we still have 9 in Colombia and Peru in 12th.

With a united America could share (or not) the territories, forming one or two bases full of bonuses, without worrying about attacks and can support the armies and Military Units friends.

Some may speak of the geographical limitation to attack, but we realize that the Air Strike has been a frequently used tool. Therefore, there are no excuses. I honestly do not see why not go ahead with this plan.

No more for the moment.

A big hug and Good Game

Toboco

SPANISH VERSION


Después de mucho tiempo vuelvo a escribir. Como la mayoría sabe, tiengo un hijo (Augusto), que tennerá d 3 meses em el dia 14. Este es mi mayor Mina de Oro. Me hizo bien lejos de los medios de comunicación. Vuelvo a escribir sobre un tema que será – de toda forma - creo muy controversial. Una nueva perspectiva para ver el juego. Algunos le gusta, otros no. Paciência, hace parte. Buena lectura.


En los últimos días, en Brasil, se ha hablado mucho acerca de dejar las emociones de lado y centrarse en la razón. Nuestro país ha pasado (o namorado) para casi todas las alianzas. Con la excepción de la extinta PEACE nunca han sido plenamente satisfecho. Con el paso del tiempo, el juego ha cambiado - mucho - y con ella los lazos de amistad entre los países.

Teniendo en cuenta este punto de vista, ¿por qué no cambiar de nuevo?

Teniendo en cuenta la razón Yo creo que América del Sur tiene la fuerza y TIME que se necesita para ser el motor de un nuevo pacto. Más que una simple firma de NAPs con los países vecinos, pero construir LA FORTALEZA .

En diferentes partes, nos maravillamos de los daños y la organización de Chile, Argentina, Brasil y Colombia. Por otra parte, se destaca la fidelidad con que los países menos importante combaten en la guerra de sus aliados en América del Sur ¿Por qué no unirse a todo esto y formar una nueva fuerza mayor?

Digo esto porque, además de los países fuertes, emergentes y leal, reuniríamos casi el 80% o más de la llamada Prime Time de las batallas. Sin mucho esfuerzo creo que puede añadir a los países de América del Norte y México (que sería un segundo paso).

Hoy em dia, em defenitiva, nuestros países han tratado se suplementar lo lhamado PRIME TIME . Nos ofrecimos esso y, a cambio, otros países complementan el daño en otras ocasiones. Y así, vivimos en pie de guerra en la lucha histórica por las migajas (sic) en el caldero llamado América Del Sur.

La lógica de la propuesta de este artículo es hacer el movimiento contrario! . ¿Qué nos tira de las emociones (y los acontecimientos históricos que no viene al caso recordar) que sacuden nuestras amistades y construir LA FORTALEZA ? Por lo tanto, con la mayoría de los llamados PRIME TIME dudo cualquier nación que no quiere aliarse con nosotros!

Vamos a poner más números sobre la mesa. Brasil es el país más poblado de eRepublik (todavía no el más fuerte, pero con un gran potencial), justo detrás de Brasil acaban Argentina y Chile. En la + 10 todavía tenemos el 9 en Colombia y Perú en el 12.

Con una América unida podría compartir (o no) los territorios, formando una o dos bases llenas de bonos, sin tener que preocuparse acerca de los ataques y esta base puede apoyar a los ejércitos y unidades militares amigos.

Algunos pueden hablar de la limitación geográfica de atacar, pero nos damos cuenta de que el ataque aéreo (Air Strike) ha sido una herramienta utilizada con frecuencia. Por lo tanto, no hay excusas. Sinceramente, no veo por qué no seguir adelante con este plan.
 

Comentarii

Artiga
Artiga Ziua 327, 08:38

É um bom artigo pra que nao conheçe, mas a maioria das pessoas percebe isso com 1 semana de jogo....

Vlws msm assim

Toboco
Toboco Ziua 327, 08:44

Artiga,

Discordo, muitas pessoas não tem conhecimento do Exchange Money na geração de lucros, eu por exemplo só fui analisa-lo com 2 meses de jogo.
Arrisco a dizer inclusive que muitos jogadores nunca apertaram no link e nem se quer deram conta que existe.

No mais, obrigado pela leitura e comentário.

Eu não tenho conhecimento nenhum sobre isso, e vou colocar este artigo em favoritos, pois, quem sabe quando tiver um dinheirinho, vou saber ganhar alguma coisa.

Obrigada, toboco.

Voce aprende, pq sou curiosa, e tenho 6 meses de jogo, mas nem sempre sabe o que fazer para lucrar algo com seu dinheiro que vc traballhou pra juntar. Então, com a v1, quem sabe surge algo pra mim, pra ong, e posso trabalhar e juntar algo? Artigo votado!

Socrates Plato
Socrates Plato Ziua 327, 11:18

Concordo com o artiga, esse esquema eh muito simples, qualquer um que tiver curiosidade suficiente para mexer na area de exchange money percebe isso em questao de pouco tempo...

Mais mesmo assim, artigo votado...pq realmente pode ajudar alguns desavisados!

Bohemias
Bohemias Ziua 1,942, 14:16

Falta artigo com a postura do Governo sobre o ocorrido, alias essa falta de postura do Governo PM tá se tornando cada dia mais evidente.

Critico Ziua 1,942, 16:53

Comentariu șters

Arguille
Arguille Ziua 1,942, 16:55

Toboco, Faça as seguintes correções :

SICERAMENTE => Correto é SINCERAMENTE

Eu não troco Sérvia pelos Estados Unidos => Correto é Eu não troco Estados Unidos pela Sérvia

O último é pq já temos amizade com o primeiro e não com o segundo (Sérvia).

 
Postează răspunsul tău

Ce este asta?

Acesta este un articol scris de un cetățean eRepublik, un joc de strategie bazat pe țările din viața reală. Creează-ți propriul cetățean și condu țara ta pe drumul ei spre glorie. Îți poți câștiga faima în războaie, luptând ca un erou, în presă, scriind articole, sau construind un imperiu financiar.