Ambient pornit/oprit

Înscrie-te

 

Continuă

Continuă Prin crearea acestui cont declari că ești de acord cu Termenii serviciului & Politica de confidențialitate

Discussão dos 5 setores

Ziua 357, 13:12 Publicat în Brazil Portugalia de Toboco

eBrasileiros!

Nos últimos tempos (principalmente depois da V1) a economia global está sofrendo com um número elevado de falências, desempregos e moedas instáveis.
Estive ouvindo e conversando com os colegas de jogo e eles vieram com suas sugestões e críticas. No mais, estive acompanhando o Market Place em todos os setores e venho com algumas sugestões:

FOOD:

Com a nova formula de wellness não houve mais espaço para consumo de Food Q1 e Q2, pois recuperaram pouco wellness que é gasto diariamente. Notem que empresas estrangeiras estão vendendo a preços absurdamente baixos, porém, são Q1 e Q2 [http://www.imageshock.eu/?img=3424403~EmpresasFoodQ1eQ2.jpg]. Uma explicação seria que com a mudança da fórmula, estas empresas entraram em falência e colocaram seus estoques a preços extremamente baixos para recuperar parte do investimento, outro fator é que fazem parte da ATLANTIS, podendo assim ser uma maneira de “estragar” nosso mercado.

Sugestão: Empresários do ramo, caso tenham empresas Q1 e Q2, aumentem para pelo menos Q3, creio que Q4 seria o mais indicado, Q5 há apenas uma empresa operando (e é estrangeira)[http://www.imageshock.eu/?img=3424402~EmpresasFoodQ3Q4eQ5.jpg], talvez seja uma oportunidade de negócios. Outra coisa tem apenas quatro empresas ativas (com máxima produtividade e funcionários trabalhando com certa freqüência)... todas estrangeiras.
Nos impostos, a taxa de VAT e Income está em 2% e Import 99%, o máximo então seria baixar para 1% as duas primeiras, porém creio que não é isso que ajudaria tanto os empresários brasileiros (lembrando que a VAT era 6% e Income 1%).

GIFT:

Este é um mercado movido em grande parte pelas guerras, pois nelas o wellness é gasto em grandes quantidades e com freqüência, no momento, os eBrasileiros estão participando das guerras de resistência e consequentemente o mercado está “se segurando”, porém, há o que melhorar. O caso é alarmante, existe apenas duas empresas com máxima produtividade e funcionários trabalhando com certa freqüência (as duas nacionais)[http://www.imageshock.eu/?img=3424401~EmpresasGiftsNaciona.jpg]

Sugestão: A fim de criar mais mercado para os empresários brasileiros, poderíamos baixar as taxas de importação da matéria-prima (Diamond) de 15% para 0%. Não temos estatais neste ramo ainda (e não sei se teremos), assim, os Gifts tornar-se-iam mais competitivos para exportação. Outra idéia é criar empresas mundo a fora, analisando o mercado internacional e procurando melhores mercados para investimento em Gifts. Gifts Q2 ou Q3 também poderiam ser interessantes, já que não tem (até o momento) concorrência ativa no mercado.

WEAPONS:

Este é um mercado a parte em número de empresas ativas, há pelo menos nove, com produtividade máxima (ou próxima) são cinco. Weapons só é movido à guerra, portanto quanto mais conflitos, mais lucros para o ramo. Dizem que as armas eBrasileiras é uma das mais baratas do mundo, caso verdade, já torna o ramo com menos problemas, porém:

Sugestão: Aqui é o mesmo sistema do Food, Q1 e Q2 geram poucos danos, a partir de Q3 começa a ser algo interessante (a menos claro que o consumidor tenha pouco dinheiro e mesmo assim quer ir para guerra, pois não ter arma acarreta em -50% no dano). Outra coisa, a qualidade do mercado é elevado, das nove ativas, sete tem pelo menos qualidade 3. Sobre os preços, de Q3 para Q4 o preço aumenta em 246%, e de Q4 para Q5 22% (Q3 vende muito barato e (acho) Q4 e Q5 com preços elevados)[http://www.imageshock.eu/?img=3424404~EmpresasWeaponsAtiva.jpg], num mercado ativo, os preços da armas Q3 vão manter-se neste patamar, caso as empresas Q4 e Q5 estejam vendendo a um preço bem acima da produção, os lucros são consideráveis e, portanto seria um mercado a ser investido.

Nota: Este é um setor aquecido com freqüência. Com guerras a vista, pode ser uma chance de ganhar bastante dinheiro.

Edit: No atual momento onde o eBrasil não está entrando em guerras de resistência, (porém há eBrasileiros participando delas), usar armas Q1 e Q2 (ou não usar) vale a pena, pois os Super Fights não estão ligados as armas. Diante disto acontecem duas coisas: economiza as armas de maior qualidade e poderá utilizar elas caso o eBrasil entre em guerra com outro nação.

MOVING TICKETS:

Aqui o caso é sério! Existem apenas duas empresas ativas: uma está com cinco funcionários (todos ativos e é Brasileira) e outra é estrangeira que vende MT Q4, que a meu ver não vale a pena comprar (não por 60 BRL). É um mercado completamente desestruturado. Empresas deixadas ao vento, para se ter uma noção, das nove empresas que possuem oferta no Market, três não tem funcionários!

Sugestão: Para ser bem sincero? Não invista neste setor. A venda de tickets acontece normalmente quando há guerras e compram-se no máximo dois (um para ir e outro para voltar). Eu não conheço alguém que faça estoque de tickets. Além disso, tem muita oferta (http://www.imageshock.eu/?img=3424399~EmpresasTickets.jpg). Enfim, não invista.

HOUSE:

Bom... esse foi um mercado que de longe dava para ver que ia saturar em algum momento e este momento já havia chegado antes do V1. Mas agora...

Sugestão: Acontece que simplesmente não tem mais ofertas tanto de empresas brasileiras de casa Q3, Q4 e Q5, quanto em quantidade (juntando todas, há 10 houses a venda) e a única oferta acima de Q2 é de uma empresa estrangeira que está parada e com uma oferta de 1379.26 BRL! [http://www.imageshock.eu/?img=3424400~EmpresasHouse.jpg] Com a fórmula do wellness modificada tornou-se interessante possuir uma house Q4 e por que não Q5. Portanto, para os empresários que já possuem empresas no setor, aumentem a qualidade, para quem tem vontade de entrar neste ramo e tem condições de investir em tornar a empresa Q4 ou Q5, esta é a hora!


Quanto ao Monetary Market e SAPEME estarei falando nos próximos artigos.

Espero que gostem da leitura (um pouco extensa), porém creio que trará boas idéias.

Outra coisa, posso estar errado em alguns pontos, portanto as sugestões que viram deste artigo serão de grande avalia para todos, pois estaremos aprendendo juntos.


Toboco
Ministro da Fazenda

 

Comentarii

Irai Business
Irai Business Ziua 357, 13:55

Muito bom, realmente as armas q3 estão baratas, mas a universal armory está queimando o estoque e eu estava precisando do dinheiro baixei tbm.

Zargnus
Zargnus Ziua 357, 13:57

Tudo que vc disse é bom, sempre pode melhorar, o melhor de tudo é que estamos caminhando para um lado positivo.

Toboco
Toboco Ziua 357, 14:09

@Irai Business: Muito bom ter sua opinião aqui sobre isto, então os preços das armas Q4 e Q5 talvez estejam realmente no preço correto.

@Zargnus: Agradeço o comentário, avante eBrasil!

Diego Kidi
Diego Kidi Ziua 357, 14:15

O mercado estaria tão instável pela desistência de tantos jogadores pós-V1?

Toboco
Toboco Ziua 357, 14:22

@Diego Kidi: Sim, é um dos grandes fatores desta instabilidade, portanto trousse estas sugestões para estarmos melhorando a situação de quem continuo e de quem está entrando no jogo.

Gabeira
Gabeira Ziua 357, 14:31

Boa toboco , precisamos de um ministro assim que informa a população e expressa as sua idéias e nao sai fazendo o que quer.
parabéns toboco e continue assim.

Toboco
Toboco Ziua 357, 14:38

Edit: No atual momento onde o eBrasil não está entrando em guerras de resistência, (porém há eBrasileiros participando delas), usar armas Q1 e Q2 (ou não usar) vale a pena, pois os Super Fights não estão ligados as armas. Diante disto acontecem duas coisas: economiza as armas de maior qualidade e poderá utilizar elas caso o eBrasil entre em guerra com outro nação.

Toboco
Toboco Ziua 357, 14:39

@Gabeira: Obrigado! Estou me esforçando para fazer o melhor possível.

HEPAragorn
HEPAragorn Ziua 357, 14:41

Sobre food, aparentemente as Q1 e Q2 brasileiras estão falindo... ir para Q3 é interressante, tem poucas empresas, mas são empresas fortes, então entrar nesse negócio sem estar preparado para uma boa guerra de preços pode resultar em prejuízos...

Sobre weapons, acho que é a área mais promissora, os estoques de algumas empresas estão altíssimos, mas dia 14 acabam os pna's e existe uma previsão de MUITA guerra...
Sobre as Q1 e Q2, eu também pensava que não valiam a pena, mas nesse jogo, as armas são discartáveis e em uma guerra, dependendo do seu desempenho no TRIVIA você pode lugar muitas vezes seguidas e ainda tem o hospital... ou seja, da para fazer muitos combates diários... Ir para a guerra sem arma é besteira, o dano diminúi em 50%.

Se uma pessoa conseguir 10 batalhas em um dia, o preço com armas chegaria em:
Q4- 260 BRL
Q3- 80,60 BRL
Q2- 60,60 BRL
Q1- 17,60 BRL

Então a tendencia é de ter muita venda de weapon Q1...

Ótimo artigo ministro!

Toboco
Toboco Ziua 357, 14:51

@HEPAragorn: Obrigado e agradeço ao comentário.
Uma pergunta, que fórmula utilizasse para chegar a estes preços para as Weapons?

Irai Business
Irai Business Ziua 357, 15:07

@Toboco
Ótimo artigo novamente, não sei se é falta de ética, mas quando eu falei baratas não está no sentido de vender sem lucros, com certeza as Q4 estão lucrando mais de 100%, principalmente com a produtividade antiga.

Irai Business
Irai Business Ziua 357, 15:08

@Toboco
lol?

arma q3 = 8.06 x 10(batalhas diarias) = 80.60 xD
essa é a formula...

Toboco
Toboco Ziua 357, 15:14

@Irai Business: Realmente, a produtividade antiga com os preços de agora estão resultando em lucros maiores.
Quanto à fórmula, que óbvio... é o cansaço

Irai Business
Irai Business Ziua 357, 15:20

Não tinha percebido, mas o mercado inflacionou bastante...Armas Q2 6 BRL

Bunaly
Bunaly Ziua 357, 15:36

bom artigo... mas naun adianta a gente fazer nada se os problemas são gerados pela estrutura do jogo

Marcelux
Marcelux Ziua 357, 16:05

Votado, simples e claro. Muito bom.

revo
revo Ziua 357, 18:32

minha empresa de housing ta subindo, pra q3 agora.
se alguem quisesse me emprestar ou fazer um financiamento, eu passaria pra q4 facil.

HEPAragorn
HEPAragorn Ziua 357, 18:55

@Toboco: Realmente, a fórmula foi simples, multipliquei por 10 o preço da menor oferta de cada qualidade de weapon =]

Usar boas armas nas batalhas acaba saindo muito caro, nenhum simples trabalhador consegue pagar elas em grande quantia... Mas alguns investidores, empresários e o governo podem comprar um grande número, então acredito que o setor das armas vai começar a movimentar a economia...

Imagina as guerras que podem acontecer a partir do dia 14, diria que cada batalha usa milhares de armas, os heróis costumam fazer ~2000-4000 de dano, acredito que se ele conseguir dar 100 de dano por vez, seriam necessárias 40 armas só para ele...

Os empresários brasileiros podem fazer acordo de vendas de armas para outros países caso acabem as armas para reduzir o estoque e juntar uma grana, com isso deve ter mais empregos no setor de armas...

No atual momento não existe emprego para manufatura skill 1, apenas 2 vagas para skill 2 e 1 vaga para skill 3, ta feia a coisa...

Socrates Plato
Socrates Plato Ziua 357, 18:58

O vat em 2% influencia no preco de importacao tambem, (eu acho) por isso coloquei 2, e o income ajustei para 2% em food pq que o brasil esta com serios problemas de arrecadacao tambem, muitas pessoas vem vendendo coisas por fora do market, ou colocando todo seu lucro no monetary market, tudo para burlar o income tax...Em 2% nao vai fazer grande diferenca para os empresarios de food ja que o preco de food eh pouco porem para o brasil pode ter certeza que fara diferenca!

Pedro Henrique
Pedro Henrique Ziua 357, 22:33

Algumas observações:

O mercado esta muito estável, primeiro tivemos uma super produtividade que encharcou o mercado de produtos baratos ...
Depois tivemos desemprego, baixos salários, altos investimentos, agora tivemos queda de 8x na produtividade...

A tendência hoje é que muitas empresas estão queimando estoque para contratar...
Muitos empresários investiram bastante em upgrade , esses se não tiverem um bom capital de giro ,provavelmente iram declarar falência.

São diversões os pontos a ser tocar,

Esta mais difícil para o governo movimentar dinheiro.
Emisão de moeda controlada .
Falta de uma política econômica
Moeda em plena desvalorização
Empresas queimando estoques
Falta de capital do setor privado
Pouco investimento do governo

Políticas que precisamos para controlar a economia Brasileira:

Aumentar os impostos IVA+Renda para 5%
Criar uma política de não intervenção do governo federal com o mercado monetário
Criar estatais com renda do governo
Agilizar o projeto SAPEME de apoio ao pequeno e médio empresário

Huscky
Huscky Ziua 358, 11:36

nem q5 eh suficiente mais

Toboco
Toboco Ziua 358, 15:01

*Aumentar os impostos IVA+Renda para 5%

Qual seria o sentido de aumentar os impostos em nossa economia que já está com baixo consumo?

*Criar uma política de não intervenção do governo federal com o mercado monetário

No momento é impossível, o mercado está completamente instável e já vou avisando: vamos voltar ao MM com força total.

*Criar estatais com renda do governo

Não entendi a idéia.

*Agilizar o projeto SAPEME de apoio ao pequeno e médio empresário.

Como já falado em vários artigos e comentários meus por ai, neste final de semana estarei anunciando a abertura de empréstimos pelo SAPEME.

Supernova Corp
Supernova Corp Ziua 359, 23:30

To fazendo o maximo pra garantir nosso estoque de gifts!

 
Postează răspunsul tău

Ce este asta?

Acesta este un articol scris de un cetățean eRepublik, un joc de strategie bazat pe țările din viața reală. Creează-ți propriul cetățean și condu țara ta pe drumul ei spre glorie. Îți poți câștiga faima în războaie, luptând ca un erou, în presă, scriind articole, sau construind un imperiu financiar.