Ambiente de fondo si/no

Regístrate

 

Continuar

Continuar Al crear una cuenta estás de acuerdo con las Condiciones de servicio y la Política de privacidad
Reenviar correo   |  ¿No puedes encontrar el correo? confirmation@erepublik.com

Resend the confirmation email to this address

Reenviar correo ¿No puedes encontrar el correo? confirmation@erepublik.com

A figura do Presidente

Día 1,871, 15:37 por Nuno Vieira

A figura do Presidente


Portugal tem tido ao longo dos tempos todo o tipo de cidadãos eleitos como Presidente, os bons, os maus, os razoáveis, os ausentes, os amigos do alheio e até os retornados.
Todos eles desempenharam o seu papel como figura máxima do País, uns melhor que outros é certo, no entanto todos figuram na História de Portugal como eleitos pelo povo ou repescados pelo Congresso por razões de força maior.

Um cidadão cumpre os serviços minimos ao trabalhar, treinar e lutar, já o mesmo não se pode dizer de quem é eleito como CP, o qual tem de dar muito do seu tempo a uma comunidade que por vezes não reconhece os sacrificios adjacentes à função de “gestor da nação”. É imperativo que o candidato seja possuidor de certas capacidades acima da média para que possa ser visto pelos seus pares como alguém elegível e capaz de governar com sucesso.


Algumas dessas capacidades:


> Acima de tudo deve ser idóneo e estar livre de quaisquer suspeitas.

> Deve ser uma pessoa que previligie o diálogo e a abertura a opiniões contrárias.

> Deve ter uma boa noção da realidade afecta ao espaço temporal no qual se candidata.

> Capacitado para governar ou tomar medidas não populares aos olhos dos cidadãos desde que beneficíem o País.

> Apresentar um plano de governo credível e não fantasioso.

> Constituír uma equipa de trabalho também idónea e com capacidade de o ajudar na tomada de decisões e efectivação das mesmas.

> Afastar-se de combates politicos e tomada de posições a nível partidário.

> Constituir uma base de trabalho com o Congresso repartindo algumas das decisões a tomar.

> Conhecimentos de relações externas é quase uma obrigatoriedade nos dias que correm.


Apresentar estas caracteristicas, ou pelo menos algumas delas, é um bom começo para ser bem visto aos olhos de quem vota mas faltou aqui uma que é talvez a mais importante de todas, a capacidade de análise própria e a noção se realmente temos o que é preciso para assumir tal cargo. O candidato deve parar para pensar um pouco para si e, internamente, analisar se é ou não uma mais-valia para o País e para a comunidade em geral. Ser um novato com poucos meses de jogo não é por si só sinal de um mau Presidente, até porque estará com certeza rodeado de uma equipa para o ajudar, no entanto há sempre algo que vamos ter de decidir sozinhos e a inexperiência pode ser fatal numa só decisão mal tomada. Ser mal visto pela generalidade da comunidade também não é sinónimo de falhanço mas nesse caso a pressão e a conflictualidade que se pode gerar entre Presidente e cidadãos pode levar a erros, vinganças e demais pregos espetados na prosperidade do Estado. Nomes desconhecidos tornam também as coisas mais dificeis numa comunidade que é pequena mas que convive diáriamente e não tem grande disponibilidade para entregar o País e o seu dia a dia a quem não se deixa ver ou simplesmente não tem grande apetência para o convivio.



É importante que os cidadãos lidem de perto com as lides da Governação desde cedo para que se possa garantir a formação de novos líderes para o futuro e não deixar o País refém de quem numa altura má se queira apoderar do poder sabe-se lá com que objectivos. A inclusão de estagiários devía ser quase uma obrigatoriedade nos diversos governos eleitos.


*Nota*
Este é um texto de opinião pessoal que não exclui à partida a existência de opiniões contrárias ou visões diferentes sobre a temática descrita.





Obrigado

Nuno Vieira
 

Comentarios

Madvieri
Madvieri Día 1,871, 15:38

FIRST!!

pr3t3nd3rPT
pr3t3nd3rPT Día 1,871, 15:46

v

teXou
teXou Día 1,871, 15:47

Votadinho ...

ManRock
ManRock Día 1,871, 15:51

Um bom presidente é quem consiga dar e manter uma região a ePortugal....tudo o resto são teorias

Nuno Vieira
Nuno Vieira Día 1,871, 15:59

@ManRock

É uma opinião válida mas no meu entender isso não se chama "bom presidente", chama-se "boa Aliança". Portugal só sobrevive neste mundo com uma de duas coisas, Paz assinada ou uma EDEN forte.

ManRock
ManRock Día 1,871, 16:04

Nuno Vieira

Creio que estamos a dizer a mesma coisa por outras palavras....porque para uma boa aliança é preciso um bom presidente que lute por isso em vez de populismos faceis...porque pela força está complicado, resta uma boa diplomacia

Nuno Vieira
Nuno Vieira Día 1,871, 16:10

@ManRock

Concordo e se vires isso está lá no artigo.
Sobre populismos: "Apresentar um plano de governo credível e não fantasioso."
Sobre a diplomacia: "Conhecimentos de relações externas é quase uma obrigatoriedade nos dias que correm."

ManRock
ManRock Día 1,871, 16:13

Exato á que ter os pés no chao...e ter noção que neste momento somos fracos e que não vai ser só por X ou Y ser eleito que por magia nos tornamos uma super potencia......mas se alguem prometer o mundo e outro prometer o bocadinho de terra á frente..sabemos quem ganha ne

Valerio Maximo
Valerio Maximo Día 1,871, 16:23

votado

CaioMario
CaioMario Día 1,871, 16:58

votado

IDEIAS
IDEIAS Día 1,871, 17:00

Votado

M4st3rM1nd
M4st3rM1nd Día 1,871, 18:25

v

John Bokinski
John Bokinski Día 1,872, 00:08

Manrock ter um Portugal com uma região é bastante fácil. Basta saires da EDEN prometeres submissão eterna a Espanha e abandono dos seus aliados. Nesta base é fácil a disponibilização de uma região (ou até 2 ou 3).

Mas hoje, eu não consideraria um elemento que tomasse estas decisões como um bom CP.

Concordo com muito do que o NV diz sobre o papel de um CP e provavelmente acrescentaria mais umas coisas, mas como sou um gajo realista (apesar de não parecer), tenho consciência que nunca tivemos alguem que reunisse todas estas características, não vamos ter hoje e duvido que essa pessoa apareça no futuro. Mas já tivemos jogadores mais equilibrados e carismáticos a desempenhar o papel de CP.

Se estivermos constantemente à espera que o S. Sebastião apareça e não fizermos nada pelo meio, podemos estar daqui a 6 meses ainda à espera.

O Nuno abordou na sua mensagem anterior determinadas estruturas que podiam ser criadas ou melhor operacionalizadas para melhor funcionamento do país. O que nos impede de avançar para esse tipo de projectos ? Na minha opinião duas coisas: organização e concenso.

Estamos organizados em volta de pessoas e não em volta de ideias. Quando A, B e C discordam (e eles discordam sempre) então A pega numa ideia e faz uma versão privada da sua ideia e não como algo que tenha uma estrutura autónoma. Se A tem uns dias de trabalho mais intensos tudo pára. E isto leva-me à segunda parte do meu comentário, consenso...

Se existir consenso na nossa comunidade sobre determinadas ideias, quem é o CP nesse mês é indiferente. Quando digo consenso não digo unanimidade, haverá sempre jogadores que discordam de determinada coisa, que não se vão envolver na ideia. Mas deve existir formas de chegarmos a maiorias alargadas sobre ideias tão básicas como: política externa, estrutura de acompanhamento de novatos e modelo de funcionamento das FAP.

John Bokinski
John Bokinski Día 1,872, 00:20

Mas se continuarmos a seguir cegamente os jogadores que sempre discordam das ideias de outros nada continuará a ser feito. Porque já perceberam que esses jogadores não conseguem criar coisas em conjunto, só destruir as coisas que saiem da cabeça dos outros, seja a ideia boa ou má.

Eu tive um colega que dizia que não existem ideias más, só ideias que precisam de muito trabalho ou pouco trabalho. Eu não sou tão otimista como ele, existem ideias más, mas não podem ser todas as ideias geradas pela comunidade más.

Eu sempre aconselhei aos jogadores novos no jogo a passarem por um período de observação, e se têm novas ideias a testá-las com outros jogadores mais experientes antes de as trazerem para o público. É muito fácil criticar uma ideia nova dizendo que não funciona por causa de A ou B. É mais dificil pegar na ideia e explicar a quem teve a ideia que se alterasse esta vertente, conseguiria ultrapassar determinado obstáculo. Se todos trabalhassemos assim, a ideia deixava de ser de um e passava a ser de vários. É assim que se chegam a consensos e se evoluem comunidades, não agarando-se a uma ideia com unhas e dentes, porque a ideia é minha e queremos que os outros reconheçam que é uma boa ideia. Francamente não precisamos desse nível de insegurança.

Alvaro  Cunhal
Alvaro Cunhal Día 1,872, 03:35

"o qual tem de dar muito do seu tempo a uma comunidade que por vezes não reconhece os sacrificios adjacentes à função de “gestor da nação”. É imperativo que o candidato seja possuidor de certas capacidades acima da média para que possa ser visto pelos seus pares como alguém elegível e capaz de governar com sucesso."

Engraçado... quando a lista encabeçada por mim, de governo, lá esteve foste dos primeiros a criticar.

LOL para ti.

Nuno Vieira
Nuno Vieira Día 1,872, 04:06

@Alvaro

Critiquei-te principalmente por duas coisas em especial, primeiro o engano que proporcionaste aos cidadãos com a inclusão de uma pessoa completamente indesejada pela comunidade e ainda por cima pela "porta do cavalo", segunda pela maneira como demonstraste a tua falta de coerência com aquilo que andaste meses e meses a fio a criticar quando estavas "do outro lado da barricada".

Estou à vontade para discutir isto contigo e de me sentir defraudado porque fui um dos que votei em ti e esperava que a tua passagem por CP te desse uma outra visão das coisas mas parece que não.

John Bokinski
John Bokinski Día 1,872, 04:17

Alvaro, confirma se as criticas que te fizeram eram acusações de falta de empenho na realização das funções ou teimosia em seguires direções que a maioria da comunidade não concordava ou eram contrárias ao que tinhas te comprometido no teu programa de governo.

Eu tenho consciência que o tempo necessário para desempenhar a função de CP ou outros cargos de estado são muito pesadas e a generalidade da população não tem consciência disse. Isso é válido para ti, mas também é válido para outros presidentes que são acusados de ausência.

Tenho menos paciência para CP's que tomam decisões que óbviamente vão dividir a comunidade quando tinha soluções que não teriam essas implicações. E não estou a falar do acordo com Espanha.

Anfer
Anfer Día 1,872, 06:00

Artigo lúcido.
Nem sempre quem é melhor estratega numa batalha, tem qualidades para desempenhar outro papel, vulgo CP.
Tens razão quanto à falta de união e de consenso... precisamos de alguém que consiga agregar num objectivo comum todos os ePortugueses... o que me parece difícil ou mesmo impossível, dado as animosidades existentes, muitas delas sem qualquer razão de continuarem a existir.
Vamos esperar pelo tal D. Sebastião ou uma qualquer Virgem Imaculada.... que com os que cá estão, não teremos alguma vez paz na comunidade.

patacofalso
patacofalso Día 1,872, 07:42

votado

joao97
joao97 Día 1,872, 08:55

Votado

EyeCAT
EyeCAT Día 1,872, 09:00

"Vamos esperar pelo tal D. Sebastião ou uma qualquer Virgem Imaculada.... que com os que cá estão, não teremos alguma vez paz na comunidade."

Por acaso discordo desta afirmação. Ha muitos que cá estão que são validos, mas invariavelmente teimam em dar de comida ao troll.

Mr. Scrat
Mr. Scrat Día 1,872, 11:02

\o

Juve Leo Día 1,872, 14:46

Comentario borrado

Julio de Matos
Julio de Matos Día 1,872, 16:45

se mergulha
se nada
nuno vieira anda na droga pesada

Juve Leo
Juve Leo Día 1,872, 16:47

SE SENTE
AMS MATIAS PRESIDENTE

Helida fragoso
Helida fragoso Día 1,872, 19:22

Votado e assinado por baixo.

Anfer
Anfer Día 1,873, 04:28

"Vamos esperar pelo tal D. Sebastião ou uma qualquer Virgem Imaculada.... que com os que cá estão, não teremos alguma vez paz na comunidade."

"Por acaso discordo desta afirmação. Ha muitos que cá estão que são validos, mas invariavelmente teimam em dar de comida ao troll."

É verdade que muitos são validos, mas ao invés do que muitos dizem, não deixam de ser válidos mesmo quando alimentam os trolls... se calhar porque vêm nalguns trolls qualidades que bem exploradas poderão dar um contributo válido ao país e à sua evolução... e ao contrário de muitos, se recusam a deixar cair esses trolls, só porque sim.. só porque uma facção lhes diz para os deixar cair... assim como se borrifam para as facções, borrifam-se igualmente para o que dizem deles, porque sabem lá no fundo que aquilo que dizem deles, é também mais uma trollice, apenas um pouco mais refinada, logo muito mais maldosa e demonstrativas do intimo de quem as profere, à qual, pessoas de convicções e de carácter, não deveriam dar qualquer valor... mas é só uma opinião.

S. Santos
S. Santos Día 1,873, 06:03

Votado

cold31
cold31 Día 1,873, 06:25

Ainda há 1 mês tinha-mos 3400 e tal de população. Agora temos 5853. Há um mês 500 e tal jogadores combatiam por dia em média. Ontem só 470 combateram. E é assim que o país se vai deteriorando.
O interesse deste jogo é a parte militar. Politicas que não arranjam maneira de entreter a população a combater dá fiasco.

O resto são tretas.

PretenderHT
PretenderHT Día 1,873, 12:27

Bom artigo, importante para os mais novos.

Ms0c0
Ms0c0 Día 1,873, 13:05

Boa visão V

Costa
Costa Día 1,873, 13:12

Confesso que não li nada (OK minto lí o comentário do Jules) hoje vim cá pagar promessa parei pra dizer olá *

Sassa .Mutema
Sassa .Mutema Día 1,873, 13:42

A figura do Presidente e seus apoiantes, (tudo fatos reais):
http://www.erepublik.com/en/article/a-verdade-vejam-os-vossos-novos-representantes--2188287/1/20

Equilibrium
Equilibrium Día 1,873, 14:26

Bom, como sempre.

Votado.

Abraço amigo

Ms0c0
Ms0c0 Día 1,873, 14:51

http://www.erepublik.com/en/article/-elei-ccedil-otilde-es-o-poison9-e-a-hist-oacute-ria-do-pequeno-helder-1699173/1/20
http://www.erepublik.com/en/article/mas-afinal-quem-o-helder-medeiros--1930166/1/20

Sendo assim, em suma, pode-se dizser que o Sr. Helder Medeiros é um tipo mal intencionado que só promete coisas que irá cumprir depois de obter o poder, ou seja, pode-se dizer que o mesmo é um dos mais ganaciosos jogadores existents neste ePortugal.

AMS Matias têm o Sr. Helder Medeiros na sua equipa de governo.

Diz-me com quem andas e direi quem és! \o

 
Publicar tu comentario

¿Qué es esto?

Estás leyendo un artículo escrito por un ciudadano de eRepublik, un juego de estrategia multijugador inmersivo basado en países reales. Crea tu propio personaje y ayuda a tu país a alcanzar todo su esplendor mientras tú te consolidas como un héroe de guerra, un reconocido editor o un gurú de las finanzas.